Brincãodoteca - Creche e Agility para cães na Zona Norte
Rua Cônego Manuel Vaz, 224 Santana - Zona Norte - SP
11 2774-1889
11 99388-6078
Agende uma visita
Home > Blog

Cachorro velhinho: 10 provas na sua cara que a idade chegou

Publicado em 06/11/2018

Cachorro velhinho: 10 provas na sua cara que a idade chegou Cão idoso é uma fase que muitos donos não querem que aconteça, pois, a preocupação com a chegada das horas finais angustia o coração de qualquer pessoa que é um Doglovers assumido. Muitos nem querem pensar como será a hora mais triste.
 
Mas, existe formas de adiar este momento com cuidados diários e compreensão do estado de saúde do canino que com a idade sofre muitas mudanças.
 
Você sabe como identificar os sintomas?
 
Vamos te mostrar 10 provas na cara que a idade do seu cachorro chegou. O de número 6 é o mais difícil de identificar.
 

1 – Necessidade de mais companhia

O cachorro depende mais do conforto e a segurança da família para muitas atividades. Aquela independência tão normal em alguns momentos de exploração, brincadeiras e necessidades já ficam bem menos frequentes.
 

2 – Dificuldade para urinar

O seu pet começa a urinar com mais frequência em lugares impróprios. Não consegue mais segurar o xixi pela incapacidade da sua bexiga que apresenta sinais de desgaste, ou seja, não adianta brigar com ele e achar que tem relação com o seu caráter.
 

3 – A personalidade muda

Notou que o seu dog está mais paciente, amoroso e carinhoso? Essas características demonstram um amadurecimento que só vem com o tempo. Não que ele nunca tenha sido assim, mas com o tempo só tem a aumentar em diferentes situações.
 

4 – Pele com textura diferente

Parou para observar o seu cãozinho com mais atenção? Percebeu que a pele apresenta uma textura mais flácida e com o surgimento de pelos brancos? Esses sintomas também aparecem junto com problemas nas almofadas das patinhas. Leve para o veterinário.
 

5 – Mais sono e fraqueza

Movimentação mais lenta e necessidade de dormir por mais tempo, são atitudes comuns na vida de um cão idoso. Não force o seu velhinho a fazer exercícios forçados, pois pode causar lesões em seus músculos.
 

6 – Aparecimento de tártaro e cárie

Tártaros e cáries se agravam com a chegada da velhice causando dores e riscos de perda de dentes. Cuidar da saúde bucal do dog é essencial desde filhote para evitar esse tipo de problema.
 

7 – Surgimento de doenças

Amor e serenidade são importantes nestas horas. Os quadris e os cotovelos vão ficar levemente desconjuntados dificultando a movimentação. Falta de cálcio nos ossos causaram dores na sua movimentação. Seu comportamento pode mudar de forma radical, se atrapalhando e se confundindo em atividades normais.
 

8 – Alteração no peso

Com a passagem de tempo, o metabolismo de queima de gordura fica mais lento e o perigo da obesidade fica grande. A necessidade de mudar para rações de cães idosos e fazer exercícios bem leves.
 

9 – Sentidos vão se enfraquecendo

Visão fica embaçada, audição diminuída, olfato e paladar mais fracos. A dificuldade de movimentação dentro de casa ou na rua é visível pela a confusão que um pet mais velho pode apresentar ao andar em diferentes espaços. Em casos mais graves pode chegar a cegueira e surdez.
 

10 – Tumores pelo corpo

Tumores em cães mais idosos é muito comum. Podem ser benignos ou malignos, e dependem muito de avaliações regulares de veterinário para evitar que acabem piorando e levando ao fim da jornada do seu cãozinho mais cedo.
 
A dor da perda de um cãozinho é muito dolorida, por que os amamos. Descubra por que gostamos mais de cachorros do que gente: A explicação cientifica, e perceba que faz parte da natureza humana.
 
“Ginástica para cães é uma alternativa perfeita para manter o condicionamento físico e proporcionar saúde para o seu pet, evitando doenças que são comuns ao sedentarismo como obesidade e diabetes, que é um perigo para sua qualidade de vida...”
 
Mais informações aqui!