Brincãodoteca - Creche e Agility para cães na Zona Norte
Rua Cônego Manuel Vaz, 224 Santana - Zona Norte - SP
11 2774-1889
11 99388-6078
Agende uma visita
Home > Blog

Depressão em cachorro: Como ajudar o seu amigo a ser feliz

Publicado em 05/02/2019

Depressão em cachorro: Como ajudar o seu amigo a ser feliz Você chega em casa e estranha, pois o seu cãozinho não faz aquela festa. Quando você vai comer algo ele não se aproxima para fazer aquela cara de “pidão”. Ao jogar o brinquedo preferido dele o canino nem se movimenta para interagir.
 
O que está acontecendo com seu grande amigo?
 
Temos um palpite: Pode ser depressão em cachorro, em estágio inicial ou em aprofundamento, porém, você deve consultar um profissional de saúde canina para confirmar, mas a nossa missão aqui é ajudar o seu amigo ser mais feliz e sair desta tristeza.
 
Leia esse post e vamos te ajudar o seu cachorro a sair desta “bad”.
 

Depressão em cachorro e as principais causas


Tem vezes que na vida de um canino os problemas têm um peso bem maior. Os cães são sensíveis, e sofrem demais com a morte de algum humano que ele conviveu, dos companheiros de quatro patas, mudanças bruscas de localidade, doenças que venham limitar a rotina dele e quando você sai e deixa ele sozinho em casa. Todos esses motivos são os mais comuns para levar o seu amigo por um caminho sombrio de profunda tristeza.
 
Como notar os sintomas de depressão canina para agir o quanto antes para salvar o seu grande companheiro?
 

Sintomas de tristeza profunda canina


O cachorro quando está com os sintomas de depressão fica sem apetite e dispensa até os petiscos mais apetitosos. Não interage mais com o dono e prefere ficar no seu canto sem ser incomodado. Aquele carinho tão comum entre dono e cão é bruscamente interrompido, pois o cão não se sente mais feliz com este gesto tão rotineiro.
 
Com a correria constante do dia a dia e os constantes compromissos longe de casa provavelmente você não nota esses sinais, o que pode causar um agravamento do problema.   

 

O que fazer com cachorro com depressão


Atenção é um modo de mostrar que você se importa com ele. Não precisa deixá-lo como um objeto de enfeite na sua casa. Mostre para o seu cão que ele é importante na sua vida.
 
Só atenção depois do trabalho não dá, pois no resto do dia o seu cãozinho vai estar na solidão. O que ajudaria ele era conviver com outros cachorros e seres humanos, e ter uma rotina de equilíbrio entre educação canina, descanso e prática de esportes como agility dog.
 
Passeios no fim de semana não adianta, pois, o seu cãozinho precisa de mais. Tirar alguns dias da semana para leva-lo para passear é extremamente importante, porque sair com o seu amigo de quatro patas apenas no Sábado e Domingo vai deixá-lo ainda mais frustrado.
 
Procure tempo para cuidar do seu amigo e fortalecer os laços de amor dando um banho nele, cuidando dos seus pelos e brincando mais com ele.
 
Integre o seu cão na rotina da família e faça piqueniques com ele e coloque o seu amigo no carro para viajar. Assista Tv junto com o seu cãozinho e o faça se sentir parte do seu clã. Descartá-lo como um simples animal que não faz parte da sua família é um grande erro.
 
Espero que essa matéria tenha ajudado você a cuidar melhor do seu canino. A depressão em cachorro é algo muito sério e precisa ser tratada. Fique atento a todas as informações passadas e coloque-as em prática.
 
Acesse no topo superior direito as matérias relacionadas do nosso blog. Conheça a Brincãodoteca e saiba mais sobre um local feito para promover a saúde do seu cão.