Brincãodoteca - Creche e Agility para cães na Zona Norte
Rua Cônego Manuel Vaz, 224 Santana - Zona Norte - SP
11 99388-6078
Agende uma visita
Home > Blog

Meu cachorro está estressado: 3 consequências que podem ser fatais

Publicado em 26/11/2019

Meu cachorro está estressado: 3 consequências que podem ser fatais Um cachorro estressado pode ser vítima de consequências que vão acabar com a saúde dele. Por isso, é importante você ficar atento e ajudar o seu melhor amigo. 
 
Nós sabemos do seu amor pelo seu dog e por isso, desejamos ajudar você a evitar o pior. Vamos focar, em 3 consequências que podem ser fatais.
 
Obtendo estás informações preciosas, você vai ficar mais atento aos casos que afetam o seu cãozinho e vai se preparar para ver ele mais relaxado.
 
Fique atento. Essa leitura é importantíssima. Salve o seu melhor amigo. Não ignore este texto, pois trata-se da saúde do seu melhor amigo.
 

1 - Diarreia e vômito no seu cãozinho


Quando o seu cãozinho está estressado, o organismo dele desregula e não funciona corretamente, o que provoca diarreia e vômitos constantes. Quando esse quadro aumenta e prossegue sem parar, pode evoluir para cenários mais perigosos. Detectar a causa é muito importante, mas a mais provável está ligada ao stress do cachorrinho.
 
O sistema nervoso central de um cachorro quando é afetado, provoca desajustes que geram efeitos negativos. Para você entender melhor o assunto, e até saber como tratar este caso, separamos um conteúdo interessante. Leia a seguinte matéria: Meu cachorro está com diarreia! Como ajudar um dono desesperado?
 
A seguir, veja como o seu cãozinho aparentemente calmo pode ficar extremamente agressivo.
 

2 - Cachorro extremamente agressivo


Se você tem uma raça que tem por característica ser mais calma, brincalhona e amorosa, o ranger de dentes, rosnar e até morder, é um desvio de comportamento gravíssimo e que precisa ser reparado e observado com todo cuidado. Quando o seu cãozinho está mais estressado, a reação agressiva é um dos efeitos colaterais mais comuns.
 
Outro problema está na automutilação. É pesado tratar deste assunto, mas quando a raiva e a ansiedade do dog estão altas, ele começa a ficar descontrolado a ponto de causar a si próprio graves machucados. Com o tempo, o seu cãozinho pode contrair infecções que vão gerar problemas cada vez mais graves.
 
 

3 - Diminuição do apetite do seu dog


Esse stress canino pode provocar consequências perigosas. Sintomas depressivos que vão evoluir para a diminuição do apetite. Quando o seu dog rejeita petiscos apetitosos por exemplo, é sinal vermelho para a saúde dele. O apetite está ligado a uma necessidade, mas o prazer e a alegria são combustíveis para uma boa alimentação.
 
Quando falta ânimo e sobra muita raiva, o seu cachorrinho dispensa a necessidade de se alimentar. Por consequência, o seu dog vai ficando cada vez mais fraco e vai perdendo vitaminas e nutrientes. Chega a um ponto, que você não sabe mais o que fazer, e procura correr atrás de um veterinário.
 
É uma boa solução. Mas, o seu cãozinho precisa de mais.
 
“Não fique mais preocupado com o seu cão sozinho em casa. Além de companhia, ele pode se desenvolver com mais qualidade em uma creche para cachorro na zona norte de São Paulo...”
 
Ele relaxa, fica mais feliz (mesmo longe de você), ganha amigos, brinca bastante e ganha saúde mental e física.
 
Agende uma visita e conheça um espaço família e cheio de alegrias e fãs de cães.