Brincãodoteca - Creche e Agility para cães na Zona Norte
Rua Cônego Manuel Vaz, 224 Santana - Zona Norte - SP
11 2774-1889
11 99388-6078
Agende uma visita
Home > Blog

Posso dar chocolate para cachorro? Cuidado! Pode ser um veneno

Publicado em 28/03/2018

Posso dar chocolate para cachorro? Cuidado! Pode ser um veneno Chocolate para cachorro faz mal? Essa é uma pergunta que muitos donos de cães fazem em grande parte no período da páscoa. Pelo fato do pet fazer parte da família neste feriado tão significativo, todos desejam compartilhar com ele nem que seja um pedacinho de chocolate.
 
Mas será que você pode dar chocolate para o seu cachorro? Vamos explicar o porquê apenas 25 gramas pode ser demais para o seu cão. E saiba como proceder caso o seu cachorrinho comeu chocolate e você não pode impedir.
 
Leia o nosso conteúdo para ter uma páscoa tranquila com o seu melhor amigo.
 

Chocolate para cachorro faz mal?


Chocolate para cachorro faz mal por ter em sua composição a teobromina presente no cacau, que é um ingrediente essencial na fabricação de todos os chocolates.
 
O organismo do cachorrinho não tem a capacidade de absorção dos açucares e gorduras que a estrutura humana tem, o que afeta de forma tóxica a saúde do animal.
 
Para você ter uma noção de quanto pode ser venenoso, 25 gramas de chocolate já afetam negativamente a saúde de um cachorro de 20 kg.
 
Os sintomas assustam.
 

Chocolate para cachorro: Veja os sintomas


No período de 12 horas após o seu cãozinho ter comido chocolate, pode surgir os seguintes sintomas:
 
- Vômitos
- Diarréia
- Febre
- Respiração acelerada
- Bradicardia
- Excitação
- Tremores
- Poliúria
- Convulsão
- Coma
 
Caso o seu cachorro de forma acidental coma chocolate, veja no tópico a seguir como você pode proceder para evitar maiores consequências.
 

Se o meu cãozinho comer chocolate? O que eu faço?


Se a ingestão de chocolate pelo seu cão for por um período recente e não ultrapassou o limite de absorção pelo organismo, leve-o imediatamente a um veterinário, pois, será possível combater o surgimento de sintomas em seu estágio inicial, o que garante a integridade física do animal. 
 
Caso o período tenha passado do limite, o sucesso do socorro médico vai depender da quantidade de chocolate ingerida, o tamanho do seu cão x porção ingerida e o tipo de chocolate, sendo que sabores com baixo índice de teobromina e chocolate branco, podem ser tratados com mais facilidade, pois, chocolates mais escuros são mais fortes e perigosos para o seu cãozinho.
 
Vai viajar neste feriado de páscoa e não sabe com quem deixar o seu cãozinho? Na Brincãodoteca, você encontra uma creche de cachorros na zona norte com toda a estrutura necessária para dar segurança, saúde e conforto para o seu amigo. Conheça nossos planos.